Para adicionar uma rota clique respectivamente em Adicionar Rota [] para cada quadro [IPv4] e/ou [IPv6].


A seguir, vamos exemplificar a configuração de acordo com as especificações do formulário e os dados dos campos para definição do roteamento estático para a rede de destino do ponto remoto do “túnel GRE” no padrão [IPv4]:


Add Route


  • Description: Define uma descrição para identificação da rota estática configurada. Este é um campo obrigatório. Ex.: “Route Network”;
  • Interface: Seleção da interface de rede correspondente ao device [ethX/tunX] que está conectado ao dispositivo de gateway de saída do pacote para a rede de destino. Normalmente se refere a interface de comunicação entre os roteadores. Ex.: “[tun0]”;
  • IP/ Destination network: Informe ou selecione da lista o endereço IP/Rede/Sub-rede de destino a ser alcançado. Este é um campo obrigatório. Ex.: “Class B network”;
  • Destination gateway: Informe ou selecione da lista o endereço de gateway para acesso a rede de destino. Este é um campo obrigatório. Ex.: “172.31.0.1/32”;
  • Destination: Informe a "Distância Administrativa" da rota para acessar o Gateway de destino. O valor padrão aceito neste campo é 1, o valor mínimo é 1 e o valor máximo é 225;
  • Destination Label: Este campo aparecerá APENAS caso a interface selecionada já possua o MPLS habilitado. Para mais informações, consulte a páginaInforme o label da distância administrativa. O valor mínimo é 16 e o valor máximo é 1048575.


Atente que nos campos IP/Destination Network Destination Gateway, os objetos listados são do tipo único, portanto é necessário criá-los previamente. Caso isso não seja feito, eles não aparecerão na lista. Para mais informações sobre como criar um objeto do tipo IP, consulte esta página.


Para salvar as alterações clique em Save[], caso contrário, clique no [no topo da janela ou clique fora dela para cancelar o procedimento.

Após salvar, será necessário acessar a fila de comandos [e aplicar as alterações efetuadas. Para mais informações a respeito da fila de comandos acesse a página: UTM - Fila de comandos.


Este mesmo procedimento se aplica à configuração de uma rota IPv6.


Após realizar esses procedimentos a interface terá sido configurada com sucesso.


Acesse esta página, para ver um exemplo de como efetuar a conexão entre dois UTMs utilizando ECMP para efetuar roteamento dinâmico.

  • No labels