Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Primeiramente é importante ressaltar que o procedimento de importação só pode ser executado uma única vez, caso aconteça algum imprevisto, será necessário efetuar o comando [rewizard] e reinstalar o sistema antes de executar a importação mais uma vez.


Para informações mais aprofundadas a respeito do funcionamento do comando [rewizard] ou como reinstalar o sistema consulte o manual do Blockbit UTM.

Como citado anteriormente, primeiro certifique-se que o usuário logado possui as permissões de super usuário. Para realizar a exportação, entre na opção Settings e selecione a opção System.

Settings - System

Clique na aba Backups:

System - Backups

Acesse o painel Settings:

Backups - Settings

Ao clicar em [], será exibida a janela de “Importar Configurações”, conforme exibido abaixo:

Importar Configurações

Clique no botão [] e selecione o arquivo de extensão “JSON” que foi criado durante o processo de exportação.

As políticas com configurações de Web Filter, serão importadas, porém estarão desativadas. Isso ocorre graças às diferenças de funcionamento destas configurações e as novas funcionalidades do UTM 2.0, portanto, sendo necessária uma reconfiguração.

Além disso, graças a mudanças na arquitetura do sistema, as configurações de Deep Inspection e Antimalware NÃO serão importadas. Sendo necessário configurá-las no UTM 2.0.

Para maiores detalhes consulte o manual.

Por fim, clique em [] para iniciar o processo de importação.

Atente que, os seguintes dados NÃO serão importados:

  • Configurações de rede (aba Settings);
  • Informações pessoais (em System, opção Authentication, na aba Portal);
  • Configurações do GSM;
  • Configurações de Notificações;
  • Configurações de Roteamento dinâmico;
  • Configurações de Deep Inspection;
  • Configurações de Antimalware;
  • Configurações de IPv6 vazias;
  • Administração de Sessões com valores padrão do UTM;
  • Configurações de Backup e Storage;
  • Configurações de Update agendado ou automático;
  • Configurações de H.A;
  • Configurações de Failover de VPN IPSEC;
  • Configurações de IPS.

O tempo da importação varia de acordo com as características de cada ambiente.


Caso esteja usando um ambiente H.A. o usuário deverá atualizar a Master, depois a Slave e configurar o ambiente como H.A. após efetuar os passos anteriores.


Ao término da importação, ocorrerá um redirecionamento para a tela de Login. Basta realizar o Login novamente para usar o sistema normalmente.


Caso ocorra algo inesperado com a importação é recomendável recarregar todas as configurações de firewall, o Blockbit UTM possui um sistema de reload em sua interface CLI, sendo uma alternativa para efetivar as configurações, para tanto, execute o comando [fwreload], conforme demonstrado pela imagem abaixo:


Command Line Interface - fwreload


ATENÇÃO: Ao executar esse comando, todos os acessos serão brevemente interrompidos.


Para informações mais aprofundadas a respeito do funcionamento do comando [fwreload] consulte o manual do Blockbit UTM.


Isso conclui os objetivos deste How to, para ter acesso a informações mais aprofundadas a respeito de como configurar ou operar o UTM 2.0, consulte o guia do administrador.



  • No labels
Write a comment…